domingo, maio 04, 2014

A récua

1. A torpe imagem de um grupelho de sicários ocupando uma praça do Porto para impedir os festejos dos adeptos do Benfica foi das coisas mais ignóbeis que me recordo de ver fotografada nos últimos quarenta anos. Quarenta anos porque são aqueles que se comemoram sobre o 25 de Abril e não foi certamente para javardices destas que se fez o 25 de Abril.

2. Há gente (gente?) que ainda não percebeu - nem alguma vez perceberá, tão churda é a sua massa encefálica - as regras básicas da convivência humana e os princípios lineares da Democracia.

3. Não é de estranhar. Os exemplos que seguem são sórdidos; as figuras que idolatram são intelectualmente insanas. E as forças da ordem, que se reclamam pela lei e pela grei, preferem olhar para o lado e procurar um carro mal estacionado para multar do que fazer o seu serviço de permitir que qualquer cidadão percorra tranquilamente as ruas da sua cidade. Estão bem uns para os outros. E a imagem fica por aí, espalhada, como marcada a ferro em brasa na pele da nossa sociedade emporcalhada.

P.S. - O chefe da arbitragem veio a público dizer que o trabalho dos seus apitadores ficou aquém do esperado, talvez porque o Campeonato Nacional não levou o rumo habitual. Um pingo de dignidade fá-lo-ia assumir a sua responsabilidade e pôr a hipótese de se demitir.

Fonte: Afonso de Melo @ O Benfica

Sem comentários: