sábado, março 05, 2016

A Liga do ano bissexto

Se o dérbi desta noite terminar empatado e o Porto vencer amanhã em Braga, passa o Porto a ser o maior candidato depois de ter sido dado como morto pelos seus próprios adeptos. São as anormalidades de um campeonato em ano bissexto. Quanto ao Benfica, seja qual for o resultado de hoje, nunca contou nem contará para esta corrida de Ferraris porque não tem condutor, diz-se. Com nove troços por disputar, ver-se-á até onde vai tanta originalidade bissexta na discussão do título de 2015/16.

Blás Riveros é um lateral-esquerdo paraguaio de 18 anos que já terá sido contratado pelo Benfica. "Quero ser como o Roberto Carlos", disse o jovem à imprensa do seu país. Pois que seja. E se estava a falar do Roberto Carlos do escrete e do Real Madrid, óptimo. Se estava a falar do Roberto Carlos cantor romântico, também se aceita. De uma maneira ou de outra, terá sempre uma lindíssima carreira.

No último sábado, nesta mesma página, recordando aquele marketing primordial de uma inventiva campanha de recolha de fundos e a origem coeva do termo "lagartos" - uma ideia do próprio Sporting que chamou "lagartos" aos títulos de subscrição pública que lançou em prol da construção do Estádio José Alvalade - terá ficado, no entanto, por dizer que os documentos que suportaram a nota biográfica do epíteto nascido na década de 50 foram divulgados pelo blogue 'Ontem vi-te no Estádio da Luz' que, só por si e cá para nós, é uma das mais belas frases da língua portuguesa. O blogue de Ricardo Silveirinha abriu atividade em 2008 e, para além do amor ao Benfica, trata também com desvelo a dita língua portuguesa, o que, por ser raro, é sempre empolgante.

Ainda na mesma história da génese do termo "lagartos" - que de mobilizador passou a insultuoso para os sportinguistas, vá lá saber-se porquê e a propósito do termo "Carnide" - que de nome de freguesia lisboeta passou a pretender ser insultuoso para os benfiquistas, vá lá saber-se porquê -, fica, uma semana depois, uma correção devida. Antes de haver visconde Alvalade já havia visconde de Carnide, essa é que é essa. Carnide, que não pede meças à nobiliarquia de outras freguesias vizinhas, teve o seu primeiro visconde em 1871, tendo o título sido outorgado pelo nosso rei D. Luís I, que não ligava a futebóis nem sabia, certamente, no que se estava a meter.


Fonte: Leonor Pinhão @ Record

Sem comentários: