quinta-feira, junho 30, 2016

Só uma nota

Man, tenho uma cena para te dizer, chaval. Tu tens 45 anos, estás a ver? Puto, já ninguém fala assim, meu. Essa cena era bué da fixe há 30 anos. Quando tínhamos 15 era top, man.

Minto, nessa altura talvez fosse meramente baril. Parece-me que só nos últimos tempos é que as cenas baris passaram a ser top. Mas agora, como já não és um adolescente, é só uma beca estranho. E um coche fatela, até. Acaba mesmo por ser um conhé absurdo. Lembras-te daqueles stôres que se armavam em jovens e procuravam incluir o nosso linguajar na matéria, imaginando que assim captavam a nossa atenção? Tipo: “O Marquês de Pombal é que não papava grupos da Companhia de Jesus”? Ou: “A primeira versão da tabela periódica dos elementos foi criada por um cota chamado Mendeleev”? Ya, tu estás a fazer a mesma figura, man. Não faz muito sentido continuares a referir-te aos teus pais como “os meus velhos” porque tu também já és semi-velho. De vez em quando, tenta gostar de uma coisa, em lugar de estares sempre, tipo, a curtir uma cena. Pára de perguntar aos outros se estão a ver, estás a ver? Em princípio estamos a ver, embora cada vez pior, infelizmente. Evita pedir que te orientem um cigarro. Deixa os pontos cardeais sossegados quando desejas mandar um bafo, boy. Repara, além disso, que a língua portuguesa tem mais dois ou três adjectivos, além de “brutal”. Era brutal começares a usar alguns.

Proponho que, da próxima vez que disseres que assististe a uma cena brutal, estejas a referir-te à cena dois do quarto acto do Macbeth, aquela em que os assassinos matam o filho do Macduff. Essa é, de facto, e podes por uma vez dizê-lo com propriedade, uma cena brutal. As outras cenas a que te referes, na maior parte das vezes nem sequer são cenas. E é muito raro serem brutais. Estas dicas fixes podem ser proveitosas porque, embora julgues que estás a representar altamente, na verdade a tua cena não está a bater. És um bacano cuja língua tem complexo de Peter Pan, mas o resto do corpo foi à vida dele. Era top se conseguisses fazer com que os dois acertassem o passo. Experimenta. Vais curtir tótil.


Fonte : Ricardo Araujo Pereira @ Visão 


Sem comentários: