sexta-feira, agosto 08, 2014

A pré-temporada dos 'futuros ex-campeões'

A pré-temporada dos 'futuros ex-campeões'"Em 1907 oito jogadores do Sport Lisboa mudaram-se para o Sporting CP acabado de nascer. E sobrevivemos. E de que maneira!

ACTIVOS- No Benfica, o maior de Portugal, não há coisas tóxicas. Se é activo do Benfica, é bom. Agora que, pelos vistos, há activos com uma grande propensão para a inactividade, ai isso há.

BOLSA- Numa bolsa de apostas de um site espanhol, Nuno Espírito Santo é o treinador de La Liga que reúne a maior dose de favoritismo para o despedimento rápido. Mas que grande falta de confiança espanhola nos reforços vindos do Benfica.

CÉSAR- Um amigo dado a teorias sobrenaturais afiança-me serem o César e o Talisca exactamente a mesma pessoa. Pior ainda é que, ouvindo esta anormalidade, um outro amigo garantiu logo sob palavra de honra que, na verdade, não os conseguia distinguir enquanto outro, que reputava eu de consciencioso, constatou que nunca os tinha visto juntos no mesmo plano televisivo pelo que, certamente, eram a mesma pessoa. É por estas coisas que é urgente que o Benfica comece a ganhar.

DA SILVA- O Rui Gomes da Silva Bom do Facebook, rede social aberta a todos, foi cruel e até desleal com o Rui Gomes da Silva Mau, vice-presidente da direcção do Benfica, órgão social que não é para qualquer um. O Bom deu ao Mau uma semana para fazer o que tem «a obrigação de fazer». Cá para mim não vai fazer nada.

ESTORIL- O Estoril caiu aos nossos pés na jornada inaugural da Taça de Honra da AFL. Só se fala das derrotas, só se fala das derrotas…

FEJSA- Era do Benfica Mau, passou para o Benfica Bom. Presentemente é dono do estaleiro. Nem de lá sai.

GALÕES- Quando o resultado se avolumava desfavoravelmente ao Benfica no jogo com o Arsenal, o comentador da Benfica TV, o antigo jogador Calado comentou – e é para comentar que ele lá está – que tinha chegado o momento de os jogadores do Benfica «puxarem pelos galões».
E logo ouvi alguém dizer muito indignadamente:
- Mas quais galões?
É assim que estão os ambientes.

HASSAN- No domingo, em Aveiro, começa a vida a sério para o Benfica 2014/2015. Cuidado com o Hassan, portanto. O Hassan é o egípcio que marcou o golo do Rio Ave na Suécia. Vem moralizado. No universo do Benfica é difícil encontrar gente moralizada. Excepção feita a António Carraça, naturalmente.

ILAÇÕES- No decorrer da segunda parte do jogo com o Valência, para a Emirates Cup, mesmo comentador da Benfica TV, o mesmo antigo jogador Calado comentou, e é para isso que ele lá está, que os jogos da pré-temporada serviram para Jorge Jesus «tirar ilações». Tirou pois. Ilações aos molhos, podem crer.

JARDEL- Ora aqui está o caso curioso de um jogador que no ano passado, e nos outros anos mais para trás, pertencia ao Benfica Mau e que este ano, perante, as novidades, passou a pertencer ao Benfica Bom. Está neste momento a malta toda a rezar para que Jardel recupere para poder defrontar o Rio Ave na decisão da Supertaça já neste domingo. As melhoras, Jardel!

K- Guarda-redes para o Benfica tem de ter “K”. Falou-se em Kaminski, falou-se em Karnezis e agora fala-se em Karius. Haja coerência.

LISTA DE DISPENSAS- Concluída a pré-temporada, a lista de dispensas do Benfica será, provavelmente, a lista de dispensas mais aguardada do mundo inteiro porque poderá contribuir substantivamente, em número e em peso, para o fecho de muitos outros plantéis. O Paços de Ferreira, por exemplo, está interessado em alguns excedentários da Luz, já seu leu na imprensa. Vamos ver o Paulo Fonseca conseguirá fazer deles.

MAGALI- Na sua conta no Twitter, a menina Magali, mulher de Salvio, sempre atenta, explodiu num «esto es una broma?» no preciso momento em que, na tarde de sábado, Artur ia pela quarta vez buscar a bola ao fundo da sua baliza quando ainda faltavam uns minutinhos para o intervalo do jogo com o Arsenal. Não, Magali, não era uma broma era mesmo a sério.

NOVO NEYMAR- Não é que Neymar seja velho mas é de «novo Neymar» que chamaram no Brasil a Victor Andrade, o muito jovem jogador que chegou ao Benfica vindo do Santos e que ninguém por cá ainda viu jogar mais do que sete minutos. Se lhe chamam o novo Neymar este miúdo só pode ter sido contratado pelo Benfica Bom, nunca pelo Benfica Mau. Andrade reúne condições para estar bem visto na Luz. Mal chegou e, felizmente para ele, não tem passado.

ÓSCAR- Tivessem cuidado, ele era perigoso, ele era o Óscar Tacuara Cardozo. É a nova canção da Luz. Foi para a Turquia o nosso Cardozo igual a 171 golos em 293 golos e igual a dois títulos de campeão nacional. Cardozo é o melhor marcador estrangeiro do Benfica e vai continuar a ser por bons anos. Gostava dele a agradeço-lhe muito o seu valioso contributo para dias melhores. E que pena que se vá embora neste princípio de Agosto quando no fim de Agosto há recepção ao Sporting na Luz, sabendo-se como o Sporting foi sempre um freguês privilegiadamente aviado por Cardozo. E agora quem o substituirá nesta missão Segunda Circular? No dia 31 já saberemos. Ou não.

PETER- Peter Lim, o magnata de Singapura, que comprou o Valência e que está a sugar o Benfica Bom é a pessoa que mais me anda a chatear neste momento.

QUILOS- Sem especificar, nem dar o dono a seu dono – para não aborrecer ninguém - sim, é verdade que se as vitórias em futebol se construíssem ao quilo, com balança e tudo, o Benfica teria feito uma pré-temporada absolutamente sensacional não dando qualquer hipótese a nenhum dos seus oito adversários.

RÚBEN- Rúben Amorim, desejo-lhe uma temporada feliz, sem lesões e com muitos sucessos. Contamos muito consigo. Um bocadinho de Benfica é o que se quer.

SIDNEY- Que fique muito claro que, para mim, Sidney é a capital da Austrália. E acaba-se já aqui a conversa.

TIAGO- Jorge Jesus não alinha em bebézices e recusa-se a chamar Bebé a Bebé, chamando-o por Tiago que é o seu nome. Porque talvez assim cresça mais depressa é, certamente, a ideia do treinador. E também porque, no meio desta crise, ter de se berrar por um Bebé é coisa que ninguém merece.

ÚNICO- Com toda a franqueza já não sei bem em que jogo da pré-temporada o comentador do costume da Benfica TV afirmou alto e a bom som que «a defesa do Benfica está irreconhecível». Não pude deixar de imediatamente concordar com ele. Olhando naquele momento para a defesa do Benfica eu própria só reconheci um único jogador, Maxi Pereira. Os outros, perdoem-me, mas não os conheço de lado nenhum. Nunca os vi nem mais magros (uns) nem mais gordos (outros).

YVERDON-LES-BAINS- Foi em Yverdon-les-Bains, na Suíça, o local da única vitória do Benfica no estrangeiro nesta pré-temporada. É quase, portanto, um lugar histórico. Dar a conhecer Yverdon-les-Bains reveste-se quase de uma obrigação. Trata-se da segunda cidade do Cantão do Vaud sendo que a primeira é Lausanne. Está situada à beira do Lago Neuchâtel, é famosa pelas suas águas termais e em Dezembro do ano passado contava com uma população de 28.486 habitantes. Foi aqui que o Benfica bateu por 2-0 o Sion com golos de Franco Jara e de João Teixeira.

VIDOSIC- O Sion, para que conste, não é uma equipa qualquer. Tem nas suas fileiras um jogador mundialista. Um jogador que esteve presente na última edição do Campeonato do Mundo da modalidade que ocorreu no Brasil. Trata-se de Dario Vidosic, croata de nascimento mas naturalizado australiano e foi ao serviço da selecção da Austrália que se deslocou ao evento. Sidney é a capital da Austrália. E basta.

XISTRA- Feito retórico absolutamente notável. O Benfica perdeu 6 dos seus 8 jogos de preparação e nunca se ouviu de ninguém, nem de técnicos, nem de dirigentes, nem de adeptos, uma reclamação contra um árbitro. Nem um fora-de-jogo mal assinalado, nem um penaltizinho ficado por marcar, nem um amarelo a mais ou um vermelho a menos. Nada. Encaixou-se este tópico na letra “X” em homenagem a Carlos Xistra e à arbitragem nacional.

ZENIT- Com Garay no eixo da defesa o Zénite de São Petersburgo goleou na primeira jornada do campeonato russo. Como muitos benfiquistas, estou certa, vou passar a olhar com atenção para a vida do Zénite, não que me interesse muito o Zénite, mas porque está lá Ezequiel Garay a quem devo muitas atenções. O central argentino foi um dos muitos jogadores excepcionais do Benfica que se foram embora. Uma pena. Os nossos adversários internos já nos tratam por os «futuros-ex-campeões nacionais». Coisas desta irritam. Ainda que já tenham acontecido na nossa História. Por exemplo, em 1907, oito jogadores da primeira categoria do Sport Lisboa mudaram-se de armas e bagagens para o Sporting Clube de Portugal acabado de nascer. E sobrevivemos. E de que maneira!"

Fonte: Leonor Pinhão @A Bola

Sem comentários: