quarta-feira, junho 05, 2013

Comemora-se 2 anos de retrocesso

Após a falência do banco Lehman Brothers, provocada pela desregulação financeira, e a crise que se lhe seguiu, à escala mundial, chegámos, em Portugal, ao 12.º trimestre consecutivo de recessão, uma tragédia sem precedentes, e um milhão de desempregados que não encontra paralelo depois do 25 de Abril.

Quando Cavaco deu o empurrão ao anterior Governo, como reconheceu Santana Lopes, e o PSD obrigou Passos Coelho a inviabilizar o PEC IV, sob pena de ir para eleições no partido se não as provocasse no País, como confirmou Lobo Xavier, mal pensava o PR que isso lhe ia custar a clausura em Belém e as vaias na rua.

Não é impunemente que se anuncia, e cumpre, o acelerado empobrecimento de um país, para reduzir o consumo e conseguir o desmantelamento do tecido económico nacional

Sem comentários: